28 de junho de 2013

Sonhos.




Olá leitores.
Estou com saudade de vocês!
Muita, muita, muita!!!
Beijinhos para todos!!!


Lendo um bom livro. rsrsrs


27 de junho de 2013

Dream Cast:: Amazônia - Um caminho para o Sonho

Olá queridos.

No mês passado, eu recebi um carinho de uma leitora.
O primeiro 'Dream Cast' que quer dizer 'Elenco dos Sonhos'.

Pedi a permissão da Rafa para publicar aqui no blog e ela, como sempre, gentilmente deixou.
Desculpem a péssima configuração.

Vamos ver, então?


DOMINGO, 28 DE ABRIL DE 2013


Dream Cast:: Amazônia - Um caminho para o Sonho


Quando fiz a entrevista com a Marli Carmen, autora de 
Amazônia - Um caminho para o sonho e perguntei à ela qual o elenco que
 imaginava para interpretar os cinco viajantes da história, ela disse que não
 fazia ideia. A partir de então, comecei a pensar em alguma coisa... 
Passei a assistir TV e observar, para que pudesse montar um 'Dream Cast' para o livro.
Confesso que não fui muito além do que estamos vendo frequentemente
 nas telinhas, mas enfim, meu conhecimento sobre televisão brasileira é 
decididamente resumido.

--Lembrando que existem lentes de contato hoje em dia, bem como tinta 
para cabelo, tesouras para cortá-los e apliques. Sendo assim, não, o elenco 
que escolhi não é idêntico ao descrição em Amazônia, porém acho
 que em um contexto geral, se encaixa bem. Outra coisa, a idade
 dos artista não precisa bater com a dos personagens, falando sério, 
o trabalho de um ator é fingir, e ele pode muito bem fingir ter a idade que não tem...



    Rafaela: Caroline Figueiredo
 

Rafaela é delicada e sonhadora. 
Tem cabelos ondulados e louros e olhos mel.
 Foi bem complicado encontrar alguém que
 chegasse perto do que eu imaginava 
quando estava lendo, mas quando
 lembrei dessa carinha aí em cima,
 foi na hora! A imagem que tenho
 da Xará, é exatamente a que tenho
 da Caroline Figueiredo.



   Ana Carolina: Isis Valverde

Tudo bem. Eu poderia ter sido mais criativa. 
Mas eu simplesmente não consigo imaginar
 outra pessoa, durante o livro todo o 
rosto da Isis aparecia. Além do que 
ela tem uma facilidade de interpretação
 incrível, é uma ótima atriz.
Com certeza seria uma ótima Ana Carolina,
 a sutil e sábia.



Camila: Lucy Ramos
 

Eu estava sem rumo procurando alguém que 
representaria a Camila, uma pessoa extrovertida e 
aventureira... A engraçada da turma.
 E quando a momy falou "Tem aquela
 amiga da Morena...", achei perfeito.
Lucy tem todo aquele jeitinho meigo,
 mas ao mesmo tempo tem um porte 
que eu identifiquei como sendo o 
mesmo da nos


Joana: Bianca Bin
  

Eu sei. Eu sei.
Minha criatividade é resumida, já disse isso antes. 
Só que quando comecei a pensar bem, vi que a
Bianca Bin poderia sim ser a Joana... Tentem 
imaginar ela sem a influência da personagem 
que interpretou recentemente... 
Ela pode ser uma pessoa inteligente e crítica. 
E foi essa foto que me fez ter certeza.



Daniel: Daniel Boaventura

Aha! Na novela que acabou esses dias, 
ele era tio da Bianca Bin, e a Joana e 
sobrinha do Daniel...
E esse aí também chama Daniel..
Me pergunto se a Marli se inspirou nele,
 por que quando me lembrei da criatura
 acima, vi que tinha que ser o escolhido
para o Dream Cast. Ps.: Daniel é tipo 
o guia da viagem na Amazônia...


Então, é isso.
Lembrando que esse "elenco" foi feito por uma pessoa muito amadora no assunto.
 Então, perdoem a falta de riqueza nas escolhas.
Se alguém não compreendeu muito bem, por que não leu o livro, abaixo deixo
os links da resenha, da entrevista com a autora e também do blog dela. BYE

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O que vocês acharam?
Como a própria leitora colocou, algumas mudanças nos cabelos serão necessárias, 
Como no caso da Rafaela que é loira, mas com os cabelos ondulados.
Eu gostei muuuuuuuuuuuuito da escolha dela. 
Rafa, não me inspirei no ator não. hehehe 
A minha escolha favorita foi a Camila.


Beijinhos no coração.

24 de junho de 2013

Na cidade do sol.

Olá amores.
Para quem deseja conhecer Cusco, mês de junho é o mês das festas!  Uma loucura!!!
Temos festas pátrias, festa de Inti Raymi...e muito mais!
Hoje, na Plaza de Armas, o Inca entrou para saudar o Prefeito da cidade na famosa celebração Inti Raymi. Na época dos Incas eles celebravam no dia 21 que é o solstício de inverno.
Também houve algumas exposições de carros alegóricos de um dos inúmeros desfiles que presenciamos aqui na cidade do sol feita pela Escola de Belas Artes da cidade.
Alguns já estão destruídos, mas vale a pena ver.
Posso mostrar, pois isso não estará no livro. hehehe
Vamos ver algumas fotos:
Momento da entrada dos soldados do Inca!


Chola dormindo derrama a água.

O Presidente Toledo e sua esposa.( uma crítica)

A fonte na Plaza de Armas( não escreverei qual é a denúncia, pois estará no meu novo livro. hehehe)




23 de junho de 2013

Bate-bola no blog da Patty!



Olá amores.
Fui convidada para participar de um bate-bola no blog: Coração de Tinta da queridíssima Patty.
Querem conferir?
Todos estão convidados!!!!
Hu-hu!!!
Vamos lá: Bate-bola blog Coração de Tinta

*****************************************************
P.S: alguns blogs estão fechando parceria comigo. Aproveite e feche você,  também! Aguardo seu e-mail: marlicarmen@hotmail.com

20 de junho de 2013

Pesquisa de Campo- segundo livro.



Olá queridos leitores e amigos.

Hoje sai às três da manhã para uma viagem de uma hora e meia de carro e uma hora e vinte de caminhada por uma autêntica trilha Inca. Naquele caminho de pedras, usado pelos pastores, e que um dia pisaram os pés dos Incas, hoje pisou o meu! Quanto privilégio! Na companhia de um respeitadíssimo xamã mexicano e sua acompanhante, meu amigo peruano e eu, uma brasileira. Quatro pessoas e um sentimento em comum: gratidão!
Bem, não posso escrever mais, pois a caminhada e o que fomos ver lá é parte da pesquisa do livro. hehehe

Beijinhos no coração e quero saber quem tem interesse em ler esse livro. Deixe seu recadinho.

19 de junho de 2013

ARRAIÁ 100% BRASILEIRO!!



Olá amores.
O meu livro está com ótimas avaliações em resenhas, então não espere mais! 
Adquira o seu exemplar diretamente comigo.
Aproveite para presentear um amigo, ou parente, com um livro genuinamente brasileiro.
Um beijinho doce no coração.
Marli Carmen

18 de junho de 2013

Amazônia- Um Caminho para o Sonho.


Sinopse do meu livro: 

Um sonho em comum. Quatro jovens e um professor. Uma viagem para a misteriosa e irresistível Amazônia.
Em Amazônia – Um Caminho para o Sonho, o leitor conhecerá Rafaela, Camila, Ana Carolina, Joana e Daniel, em uma viagem de busca por conhecimento, não só do lugar, mas também deles mesmos.
O que estará escondido na incrível Amazônia?
Passando por Manaus, pelo maravilhoso encontro das águas de Rio Negro e Solimões, Parintins, a misteriosa Fordlândia e a incrível Belém, descobrirá segredos, sentimentos, que levarão o leitor a conscientização da preservação da Amazônia, a quebra de mitos, o folclore da região, uma pitada de romance e suspiros que deixarão o leitor atento do começo ao fim.
Seus sonhos e desejos destacados nas páginas de Amazônia – Um Caminho para o Sonho.
Quando é preciso abrir mão daquilo que amamos nasce a 

descoberta da força para percorrer o caminho para o sonho.

Escrito por: Cleide B. T. Pisetta.


17 de junho de 2013

Pesquisa de campo.


Olá queridos.
Como vocês estão?
Alguém querendo novidade do segundo livro?
Estou trabalhando bastante. A pesquisa de campo sempre é  a melhor parte. hehehe
Com esse tempo maravilhoso, gente simpática e hospitaleira, o que mais eu poderia desejar?
Lá vamos nós para mais uma aventura de conhecimento, amizade, e quem sabe, amor!!!!!!!!!!!!!!!!
hehehe
Bem, agora é colocar para o papel. Lá vou eu!
Beijinhos no coração de cada um!

Aproveite para comprar Amazônia- Um Caminho para o Sonho!
marlicarmen@hotmail.com

14 de junho de 2013

Um pedido.


Imagem preparada pela leitora Raquel.

Olá queridos.

Vocês sabem que minha ausência nos blogs se deve ao fato de que eu estou escrevendo meu segundo livro, certo?
Bem, eu preciso de ajuda em divulgação do primeiro livro.
Caso vocês queiram dar essa mãozinha, agradeço de todo meu coração.

Bem, e de qual maneira vocês poderiam fazer isso? Super simples!

1- Pode ser através de entrevista para postar no blog de vocês. Aqui vai meu e-mail: marlicarmen@hotmail.com

2- Divulgação do material do meu livro. Vocês encontram aqui: http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/p/autora-obra.html

3- De alguma outra maneira que vocês desejarem.


Agradeço muito, muito, muito!!!!
Obrigada de todo meu coração.
Beijos

Opinião do leitor


Olá amores!

Vamos conhecer, um pouco, da opinião do leitor, em relação ao meu livro Amazônia - Um Caminho para o Sonho?





12 de junho de 2013

RESENHA


Olá amores.
Tem nova resenha do meu livro no blog da Flávia Penido.
A leitora avaliou o livro com 5 estrelas no skoob.
Vamos lá!!

Livros e Chocolate.

Beijinhos para vocês.

11 de junho de 2013

Entrevista comigo.


Olá amores!!!

Passando rapidinho ( já que estou me dedicando a escrita do meu segundo livro, que será a continuação de Amazõnia, em terras andinas!) para avisá-los que tem entrevista comigo no blog da Raquel!
Fico mega feliz quando recebo um convite assim!
Muito obrigada para todos que de alguma maneira ajudam a divulgar meu trabalho. Eu sou imensamente grata.

Você quer fazer uma entrevista comigo? É super fácil! Envie um e-mail para : marlicarmen@hotmail.com e responderei com todo meu amor e alegria!

Beijinhos para todos.

Aqui vai o link: Entrevista

10 de junho de 2013

Opinião do leitor

Olá amores!

Vamos conhecer um pouco da opinião do leitor, em relação ao meu livro, Amazônia - Um Caminho para o Sonho?








8 de junho de 2013

Resenha do leitor



Olá amores!

Ando desaparecida da blogosfera por uma boa causa: estou trabalhando no meu novo livro, que é a continuação de "Amazônia- Um Caminho para o Sonho" em terras andinas.


Por enquanto, deixo para vocês a resenha da leitora Michelle.

Resenha aqui.


E a resenha da leitora Luciana:

Resenha aqui.

Quem gostou de "Amazônia- Um Caminho para o Sonho" levanta a mão!!!!!!!!!!!!!
hehehehe


Beijinhos ternos.

7 de junho de 2013

Pequeno Jê.


Primeira segunda-feira de cada mês era dia de cantar o Hino da Bandeira no pátio do colégio.
Braços estendidos ao lado do corpo, olhos a contemplar a beleza da bandeira hasteada.
Alguns não sabiam a letra e só abriam a boca; outros sabiam, mas não a compreendiam de fato. Mas todos ficavam no pátio, braços estendidos, cabeça erguida.
Terminado o momento de louvor, houve um instante de silêncio, e quando perceberam que estava tudo calmo demais, começou-se a conversa paralela.
Assim, os alunos desde o pré até a oitava série, seguiram para suas respectivas salas.
-Bom dia!
-Bom dia, professora! – disseram num coral muito bem ensaiado.
Ela sorriu, enquanto ajeitava a sua mesa. Era engraçado o jeito que eles falavam bom-dia-profes-sora. Isso a fazia se lembrar da infância, e de que algumas coisas não mudavam. Não, no interior, pelo menos. Lá, os valores eram conservados com mais garra. Poder ouvir bom-dia-profes-sora, era algo que a deixava feliz.
Pegou o pincel atômico e escreveu três palavras muuuito estranhas, no quadro. Por um instante, ficou observando a reação de seus alunos, que iam desde o espanto até a indiferença.
- Estas três palavrinhas...
- Palavrinhas! – espantaram-se alguns.
Com um sorriso sincero, corrigiu-se:
-Estas três palavras podem ser novas para vocês hoje. Mas acreditem, elas irão acompanhá-los por muitos anos.
Não acrescentou que tudo o que estavam estudando, os acompanharia durante anos e anos de suas vidas. Preferiu não assustá-los demais.
-Oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas. – leu alto e em bom tom. – Vou explicar para vocês e verão como é fácil.
Alguns duvidaram de que pudesse ser verdade. Eram palavras tão assustadoras que o assunto deveria ser tão assustador quanto.
Vontade de fugir. Levantar da carteira e ir pra casa. Mas tinham de ficar. Iam para a escola para aprender, então tinham de ficar para saber o que parecia ser uma estória de terror e que eles não tinham vontade nenhuma de ouvir. Mas tinham de ficar.
- Oxítonas são todas as palavras que a sílaba tônica é a última.
-O que é sílaba tônica professora? – perguntou sem delongas Laressa.
-É a sílaba mais forte. – explicou – Vou escrever umas palavras, para ficar mais fácil.
Escreveu quatro palavras e foi pedindo a ajuda dos alunos para descobrirem qual era a sílaba mais forte. No fundo eles pareceram gostar. Afinal; oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas não eram tão perversas assim. Podiam, quem sabe, se tornarem bons amigos.
Bons, não! Apenas, amigos.
- Jê, por que você não compra uma borracha? – perguntou Tiago, já que ele vivia pedindo a sua emprestada.
Jê passou a borracha no caderno, cabisbaixo. Soube-se que foi a última vez que a pediu emprestada. Ele interpretou como se o outro garotinho não estivesse mais a fim de emprestar-lhe seu material. Aquela pergunta doe-lhe na alma infantil. Não sabia a resposta. Não sabia o por quê.
Tudo bem que não podia comprar o lanche da cantina, e sua mochila era velha do ano passado. Sabia lidar com isso e até com a falta de uma borracha para apagar seus erros no caderno escolar. Mas quando lhe questionavam tais faltas, era estranho pensar no por quê. Como se houvesse um por quê, ou mesmo se houvesse, como se fosse importante ter tudo o que todos tinham. 
Às vezes, muitas vezes! Ele desejava poder ter também. Mas sabia que havia outras coisas mais importantes. Acredite, ele sabia!
Gostava de imaginar.
Jê adorava o fato de poder pensar em coisas que não existiam de fato para ele, mas que pensando pareciam tão reais que às vezes, só o pensamento já lhe acalmava a falta do que queria, mas não tinha. Porém, podia desejar e pensar que tinha. E ser feliz mesmo assim. Mesmo sabendo que não tinha de fato, mas poderia ter sempre que pensasse na coisa.
Estranho. Podia-se ter se, se pensasse que tinha.
Ele não negaria o fato de que as queria.
As queria de fato!
Geralmente o que as pessoas negavam com veemência era o que mais desejavam. Jê não negava a si mesmo que queria poder comer os bolos da cantina, e ter uma mochila só um pouquinho melhor, e também, quem sabe uma borracha para poder errar com mais tranqüilidade. Mas, pensando bem....
Pensando bem, ele não negava a si mesmo, mas talvez negasse aos outros tais desejos. Eram seus. Só seus.
Difícil seria conviver com os olhares de pena, os gestos de caridade maldita, quando tinham ouro e davam ferro, achando-se bons por isso.
Jê não era um garotinho fraco. É bom lembrar disso! Não vivia agoniado só por que não podia ter o que os outros tinham com tanta facilidade. Estava contente sim, com o que tinha. Só que,...era humano. Desejava!
Assustadoras eram as pessoas quando achavam que por não poder possuir, tornava alguém infeliz. Incompleto.
Existiam os que assim se sentiam. É verdade! Mas felicidade de verdade, que vinha de mãos dadas com o entusiasmo e a alegria, não tinha nada a ver com uma mochila nova, bolos na cantina nem borracha própria.(apesar de que as queria muito!)
Era estranho como o mundo parecia estar dividido entre vencedores e perdedores. Felizes e infelizes, pelo que possuíam e não pelo que eram.
Ter um bom trabalho, alto salário, casa grande; era para vencedores.
Felizes.
Felizes?
Morar numa casa pequena e simples, estudar em escola pública, era para perdedores.
Infelizes.
Infelizes?
Lenda estúpida!
Felicidade para Jê era poder chegar em casa depois de uma manhã de muito estudo na escola, e ver que a mãe preparara um de seus pratos favoritos. Era ir na casa dos avós, e dividir a tigela de bolinhos de chuva e enrolar-se no agasalho deles. Era desejar com mais força que a mochila, o bolo e a borracha, um colo do pai.
Felicidade não precisava de dinheiro, só de gestos. Ela não era adquirida, e sim vivida. Não existia nas lojas, só na vida."
Copyright- M.C.Jachnkee


Boa semana para todos nós!
Beijocas.

4 de junho de 2013

Opinião do leitor.


3 de junho de 2013

Soneto: Sonho Andino.



  
 Sonho Andino.

Quando te vi já te conhecia
Meus olhos te reconheceram
No templo te escondias
Já sem esperança, destes pés que te encontrariam

Enfretei o frio dos Andes
E a fúria do puma
Não sem antes
Acreditar que de força dispunha

Descobri enfim, um tesouro andino
Guardado para mim e protegido pelos deuses
Para ser parte de minha fortuna

O sol se aproximou da Terra depois de meses
Trazendo calor e alegria oportuna
E os filhos do Sol se alegraram diante de lindo destino
(M.C.Jachnkee)

-----------------------------------------------------------------


Pedido:
Assista ao booktrailer do meu livro aqui: 
http://www.youtube.com/watch?v=Vfr2l3GLCX0
Caso for possível, deixeu seu comentário.
É muito importante o seu apoio.
Obrigada.
Beijos
© M.C. JACHNKEE. Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo